O sargento da Polícia Militar, Isamaque Ferreira Lima, de 48 anos, executou com três tiros a ex-mulher e depois atirou contra a própria cabeça na manhã deste domingo (31), em um povoado da cidade de Canudos, a 350 quilômetros de Salvador.

Segundo informações da delegacia de Euclides da Cunha, o militar havia acabado de pegar os quatro filhos para passar o Domingo de Páscoa quando encontrou com a ex-mulher, mãe das crianças, em um mercado.
Os dois começaram a discutir e durante a briga o sargento sacou a arma e disparou três vezes contra Regina Cardoso de Carvalho, 38 anos. Em seguida, o sargento atirou na própria cabeça. Os filhos do casal – uma menina de seis anos e os gêmeos de quatro – estavam dentro do carro do pai e presenciaram o crime. O filho do PM de outro relacionamento, uma criança de 8 anos, também viu o pai morto.
Regina não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Isamaque chegou a ser socorrido para o hospital de Canudos, mas não resistiu aos ferimentos.  A suspeita é de que a guarda das crianças tenha sido a motivação para o crime. O sargento lutava na justiça para ter a guarda dos filhos. O caso será investigado pela Delegacia de Canudos