108 mortes em 2.429 acidentes. Este é o saldo macabro das estradas federais em todo o País durante o feriadão de Semana Santa. Some-se a isso mais de uma centena de mortos nas estradas estaduais (na Bahia aconteceram 11 mortes) e muitos que ainda vão morrer nos próximos dias, além de uma legião de mutilados e inválidos.

A pergunta que fica no ar é uma só: quando cai um avião e morrem 100 pessoas é uma tragédia. E quando mais de 200 tombam num único final de semana?
Fonte:jornaloexpresso.wordpress.com