Toda estrutura física do Banco do Brasil de Correntina, agência que o grupo de assaltantes conseguiram armar uma bomba, próxima ao cofre, ficou comprometida depois da explosão, destruindo parte da estrutura interna e causando uma grande rachadura na parede do prédio.

“As explosões foram tão intensas que a estrutura física da agência do Banco do Brasil ficou muito comprometida e prejudicada”, disse a Polícia Civil, depois que uma equipe especializada e o Departamento de Polícia Técnica estiveram no local.

As agências devem ficar fechadas por tempo indeterminado. Até o momento as assessorias do Banco do Brasil e do Bradesco ainda não divulgaram nenhuma nota.